segunda-feira, 4 de abril de 2011

Setembro a Dezembro de 2009


Após o Verão de 2009 novos amigos vão aparecendo, uns para ficar como o Rui Rodrigues, outros por pouco tempo como o Tiago. A ida até Negrais para comer pão com chouriço e fazer alguns trilhos um pouco mais técnicos passa a ser frequente.
Ainda em Setembro dá-se a segunda participação em passeios organizados, esta na Terrugem. Na altura já se pedalava mais qualquer coisa mas ainda longe de ritmos elevados. De entre os vários elementos destacavam-se o David e o Luís, já com bastante andamento nas pernas, e o Santos que se começou a destacar dos restantes elementos iniciais.


Com a chegada do Inverno, a Serra de Sintra passou a ser o habitat natural devido à menor presença de lama. Destaque para uma ida ao Convento da Peninha, zona de paisagens espectaculares e belos caminhos, e à qual ainda não voltámos. Belas passou a ser outro dos nossos destinos agora já com maior à-vontade. George e Santos começam a tomar o gosto a descidas mais radicais, com alguns percalços pelo meio mas sempre sem consequências. Começa a ser habitual o uso de pedais de encaixe e foram tempos de grandes risadas com as quedas espectaculares a zero Km/hora.



No final do ano de 2009 trava-se conhecimento com novos amigos do pedal, o Mário, o Alexandre e o Leónidas, que por vezes se juntavam a nós, e que fizeram com que o ritmo das pedaladas subisse mais um nível. Por esta altura e graças ao conhecimento de trilhos do David e de todos estes novos companheiros de pedaladas toda a zona de Sintra passou de desconhecida a ciclável, ou seja, podia-se, e pode-se, ir de bicicleta para onde se quiser. Só é preciso é pernas...

Um comentário:

Rui "K_cete" disse...

... e o grupo vai crescendo...